domingo, 2 de junho de 2013

"Se os benefícios do yoga pudessem ser colocados em um remédio, ele se tornaria a droga mais vendida do mundo inteiro"
Meera Balasubramaniam

 
Um estudo recente  realizado por Balasubramaniam, Telles e Doraiswamy  que analisou mais de cem pesquisas a respeito dos benefícios do yoga chegou à conclusão de que se o yoga fosse um remédio ele seria como aqueles remédios vendidos em feiras livres, que prometem curar desde uma gripe até o câncer, mas com a vantagem de que seus efeitos tem comprovação científica, além da comprovação prática por parte daqueles que, por milhares de anos, vem se curando de muitos males orgânicos, psíquicos e até espirituais.
O trabalho mostrou que a prática do yoga foi eficaz mesmo para aqueles que não faziam uso de medicamentos, destacando os resultados positivos contra a depressão, insônia, hiperatividade e esquizofrenia.
Nessa pesquisa concluiu-se que os benefícios do yoga são compatíveis aos das psicoterapias e dos antidepressivos.
 
O resumo do estudo intitulado "Yoga on Our Minds: a systematic review of yoga for neuropsychiatric disorders" está neste endereço:

Nenhum comentário:

Postar um comentário